Balão gástrico – primeira semana

Balão gástrico – primeira semana

Ontem colocamos um balão de 1 ano em uma senhora que há 2 anos tinha o desejo de passar pelo tratamento de balão gástrico. Ela conta que embora viesse sofrendo com vários efeitos da obesidade, como dificuldade de praticar esportes e brincar com seus filhos, postergou o procedimento porque tinha muito medo de sentir dores fortes e de não parar de vomitar.

Na primeira semana após o procedimento as náuseas são comuns, elas são controladas com medicamentos orais, algumas vezes sendo necessários remédios mais potentes injetáveis.

Além disso, relatos de enjoos e vômitos acontecem com frequência depois da colocação do balão gástrico. Porém, esses desconfortos são causados meramente pelo fato de que o balão é um agente estranho dentro do corpo e o organismo precisa se acostumar a sua presença.

Diante disso, uma série de ações são tomadas, sendo a principal delas a adoção de uma dieta nutricional mais rigorosa e saudável para o dia a dia do indivíduo.

“Balão gástrico – primeira semana”

A recomendação é de seguir um cardápio líquido e pastoso nos primeiros dias, voltando gradualmente para o consumo de alimentos sólidos. Entenda mais abaixo:

– Dieta líquida (3 à 7 dias): dividida entre restrita e completa, essa fase visa promover o repouso gástrico e intestinal do paciente. A alimentação se baseia em sucos e caldos, todos coados ou peneirados, e o indivíduo é orientado a tomá-los em pequenos goles.

– Dieta líquida pastosa (10 dias): na fase líquida pastosa, os alimentos não precisam mais ser peneirados, e sim amassados ou passados no liquidificador para adquirir uma consistência de purê. Lembrar de se hidratar a cada refeição para limpar o balão gástrico.

– Dieta pastosa (10 dias): a partir da dieta pastosa não há mais a necessidade de peneirar ou liquidificar os alimentos, apenas amassá-los bem, para tomar a consistência de purê. Mantém-se a hidratação para a limpeza do balão gástrico.

– Dieta branda (7 dias): durante a dieta branda não precisa mais amassar os alimentos, apenas cozinhá-los bem para ficarem macios. A alimentação deve ocorrer a cada 3 horas, e a deve consistir em uma boa distribuição de nutrientes em 6 colheres de sopa entre proteínas (2), carboidratos (1) e verduras e legumes (3). 

– Dieta livre: nesta fase final, alimentos crus ou cozidos estão liberados, mas a distribuição dos nutrientes continua a mesma da fase branda.

É preciso lembrar a importância de seus médicos e da equipe multidisciplinar, o acompanhamento destes profissionais é vital para a garantia dos bons resultados e para que você siga perdendo peso e adquirindo hábitos mais saudáveis.

Junto a alimentação, é possível que sejam prescritos medicamentos para os casos de desconfortos e enjoos.

Comente com um sim ao final deste artigo se você teve suas dúvidas sanadas em relação a primeira semana com um balão gástrico!

Alguma Dúvida? Entre em contato com a Clínica Endoscopia Ecoville e saiba mais!

Colonoscopia e Retossigmoidoscopia: Qual a diferença?

“Conheça o Hospital INC”

Agende sua consulta na Endoscopia Ecoville em Curitiba

Endoscopia Ecoville – Cirurgia Bariátrica
www.endoscopiaecoville.com.br
(41) 3156-0141 | 30289598
(41) 9 9107-6249 | WhatsApp
Hospital INC – R. Jeremias Maciel Perretto 300, Ala C, Campo Comprido, Curitiba PR

Responsável técnico: Dr. Daniellson Dimbarre (CRM 14077)
Endoscopia (RQE 16791)
Cirurgia do Aparelho Digestivo (RQE 8021)
Cirurgia Geral (RQE 662)

Assuntos Relacionados

Dr. Daniellson Dimbarre

You must be logged in to post a comment